Quelóides e cicatrizes hipertróficas

Cicatriz hipertrófica é uma cicatriz espessa, porém não ultrapassa as margens da lesão. Existe um desordenamento das fibras de colágeno. Geralmente melhora com o tempo, reduzindo sua espessura. Tratamentos podem ajudar a acelerar esse processo. Muitas vezes associada com esforço precoce na área de cicatriz.

Opções de tratamentos:

  • Curativos Compressivos
  • Placas ou géis de silicone
  • Uso de produtos tópicos e massagens
  • Cirurgia. Muitas vezes associada a outros tipos de tratamentos que ajudaram diminuir a recorrência da cicatriz hipertrófica.
  • Injeções de corticóides: são aplicadas na cicatriz.

Quelóides
Existe uma produção exagerada de colágeno. São cicatrizes endurecidas que aumentam progressivamente.
Tem como característica ultrapassar as margens da cicatriz. É firme, avermelhada e muitas vezes vem acompanhada de prurido (coceira).
Acomete mais frequentemente negros e asiáticos.
Acontece mais comumente em regiões de pele espessa como tórax (anterior e posterior), lóbulo de orelha, dorso. É considerada uma doença de pele e não tem relação com técnica cirúrgica ou esforço, mas sim com a pele do paciente.

Opções de tratamentos:

  • Curativos Compressivos
  • Placas de silicone
  • Uso de produtos tópicos e massagens
  • Cirurgia. Muitas vezes associada a outros tipos de tratamentos que ajudaram diminuir a recorrência do quelóide.
  • Injeções de corticóides: São aplicadas na cicatriz.
  • Radioterapia (Betaterapia): radioterapia superficial com efeito apenas na pele. Realizada em sessões, iniciando após 24 a 48 horas após a retirada da cicatriz.
Desenvolvimento Digital Net